domingo, 20 de julho de 2014

A Direita é discriminada no Brasil, por quê? (Parte III - Final)

Além de desvincilhar-se da imagem de "ditadura militar", a direita deve saber separar estado e religião e sempre discursar utilizando a lógica e o raciocínio embasado. Veja aqui a última parte da série!

A direita é discriminada no Brasil, por quê?
Parte I Parte II - Parte III

ERROS DA DIREITA NO BRASIL - PARTE III

Erro 7 - Não desassociar sua imagem da ditadura militar

Para a maioria das pessoas - inclusive estudantes universitários, ser de "direita" equivale a compactuar-se com a ditadura militar, e consequentemente, defender a tortura e o assassinato de opositores inocentes. Ironicamente, foi justamente a esquerda que mais assassinou, torturou e fuzilou pessoas ao longo da história mundial. Malgrado este histórico repugnante, ao contrário do que ocorre com a direita, a imagem do esquerdista é comumente associada à "justiça social" e à "altruísmo". Será que matemática básica é tão difícil assim? É só contar o número de mortos, oras.

Em março de 2014, houve uma reedição da Marcha da Família com Deus pela Liberdade que pedia a intervenção militar no Brasil, reunindo apenas 500 pessoas no centro de São Paulo. Muitos eleitores "de direita", incluindo eu, não concordam com uma nova intervenção, mesmo compreendendo perfeitamente os argumentos dos nacionalistas que a enxergam como único meio para parar as loucuras administrativas do PT. Mesmo assim, esse evento ajudou a reforçar o falso esteriótipo da "direita torturadora". E aí?

A intervenção militar seria totalmente oposta aos ideais liberais-conservadores, que incentivam a liberdade econômica e o respeito às instituições democráticas.

O governo militar praticou um enorme esforço histórico ao salvar o país do comunismo, mas também fez bobagens. É preciso reconhece-las para ganhar o debate, incluindo as torturas e os devaneios econômicos. É necessário assim, mostrar a incompatibilidade dos ideais liberais-conservadores com as políticas adotadas no governo militar: intervencionismo econômico e criação de empresas estatais é incoerente com os ideais de liberdade e livre mercado. Além disso, nós, os "malditos direitistas" defendemos a solidez democrática e o respeito às instituições, conceitos exatamente opostos à "ditadura". 

Erro 8 - Falar coisas sem ter certeza

Pastor Malafaia,
parcialmente correto.
Todos nós sabemos que esquerdistas são exímios especialistas em falar bobagens sem sentido. Porém, ao contrário deles, nosso livre pensamento é escanteado o tempo todo na mídia e nas universidades. Assim, nas raras vezes em que adquirimos algum espaço para comunicação, não podemos nos dar ao luxo de discorrer sobre temas que não compreendemos, com o grave risco de sermos fuzilados culturalmente.

Um famoso episódio deste massacre é a polêmica ocorrida no programa De Frente com Gabi, na qual o Pastor Silas Malafaia proferiu um discurso sério e consistente contra a ditadura da militância gayzista [o vídeo está no final da postagem]. Entretanto, apesar de falar muitas verdades, Malafaia afirmou, sem provas, que a homossexualidade tem origem puramente comportamental. O resultado da insensatez foi um vídeo-resposta do geneticista Eli Vieira desmentindo o pastor com inúmeros estudos científicos internacionais. Quem está certo? Não sei, confesso que não entendo nada de genética. Só sei que com essa polêmica a direita ganhou mais um um status de reacionária e inimiga da ciência.

Erro 9 - Confundir política com religião

Sou cristão e reconheço que os evangélicos e os católicos têm feito um excelente trabalho no congresso, barrando projetos totalitários e freando a implantação do marxismo cultural em nosso país, principalmente em relação ao aborto e à cartilha gay. Não arrisco em dizer que fiéis são um dos maiores obstáculos para a dominação cultural gramscista no Brasil. Neste aspecto estão de parabéns.

Apesar de tentador, as convicções religiosas não devem extrapolar o campo cultural. Não sou esquerdista, mas estado laico é fundamental.

Entretanto, devemos sempre ter em mente que apesar da liberdade religiosa ser assegurada no Brasil, somos um estado laico. Portanto, por mais corretos que estejam, parlamentares que discursarem argumentando teologicamente irão perder a razão. Um exemplo famoso é o polêmico caso do aborto, que divide até mesmo "direitistas". Quem porventura afirmar que "o aborto deverá ser proibido porque Deus não permite", irá perder feio a discussão jurídica. Ao invés disso, seria muito mais eficiente argumentar que "o aborto deverá ser proibido porque fere o direito à uma vida inocente". Religiosos, embora o sejam, devem sempre utilizar fatos concretos em sua retórica. Querendo nós ou não, a Bíblia somente serve de argumento para os cristãos, e não para modificar as leis de nosso país.

Outro caso bastante delicado é o do casamento gay, que é condenado pela Bíblia e consequentemente, pelos conservadores religiosos. Embora os católicos e evangélicos tenham suas convicções morais - o que é realmente louvável em um mundo indecente - o estado não tem o direito de interferir na vida privada dos indivíduos. Se um casal homossexual quiser se casar, qual o argumento não-teológico para proibir tal manifestação? Não devemos confundir "homossexualidade" com "ditadura gayzista".

Erro 10 - Não ler o Diário de um Ex Comunista

Esse é o erro mais grave!

---

Enfim, que estes erros sirvam para mudarmos nossas atitudes e reavermos estratégias políticas para não sermos mais vistos como "reacionários sem coração" ou "caras que não gostam de pobres e minorias". Ressaltando que esta série não tem o intuito de ofender, denegrir ou dividir a direita nacional, mas sim de apontar para possíveis correções, que fazem parte de um ponto de vista particular e unilateral. Evidentemente, vocês poderão ter opiniões diferentes. Que fiquem à vontade para expressá-la nos comentários. Obrigado!
Comentários
2 Comentários

2 comentários :

  1. Cai de paraquedas neste blog. Gostei bastante. Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado por gostar! Assine os feeds do blog para não perder as postagens!

      Excluir

Não seja um esquerdista chato, comente civilizadamente!

Mais dúvidas? Pergunte-me em: http://ask.fm/diariodeumexcomunista